Atendimento de segunda a sexta das 7:30h às 11:30h e das 13:15h às 18:00h, aos sábados das 7:30 às 18:00

Produtos Columéia Mármore 000070   Nome científico: Aeschinanthus marmoratus
Nome popular: Columéia Mármore
Características: Planta pendente para ambientes externo e interno. A planta possui folhas carnudas, cerosas e brilhantes muito ornamentais e de até 1 mt. de comprimento, suas flores em forma de cálice são de tons amarelo alaranjados, mas sem muito valor ornamental.
Abacaxi-roxo, Espada-de-iansã 000069   Nome científico: Tradescantia spathacea
Nome popular: Abacaxi-roxo, Espada-de-iansã
Família: Commelinaceae
Características: O abacaxi-roxo é uma planta herbácea, de folhagem perene e colorida, cultivada em diferentes regiões tropicais do mundo por suas qualidades como ornamental. Ela forma rosetas densas e simétricas, com suas folhas eretas, côncavas e lanceoladas.
Philodendron Lua Clara 000068   Nome científico: Philodendron moonlight
Nome popular: Philodendron Lua Clara
Família: Araceae
Características: Prefere o clima quente e úmido. Pode se desenvolver a pleno Sol, mas suas folhas ficarão amarelas. Quando cultivada à meia-sombra, suas folhas ficam mais verdes. Se o clima da região for muito quente, é recomendável deixá-la ao Sol apenas no período da manhã. No restante do dia deve ser deixada em locais onde receba apenas luz indireta. Cerca de, 25 cm a 30 cm no vaso.
Babosa 000067   Nome científico: Aloe Vera
Nome popular: Babosa
Família: Asphodelaceae
Origem: Familia
Porte: 30cm de altura
Características: A Aloe vera tem folhas espinhosas de cor verde, com o formato de lanças que crescem numa formação de roseta (tal qual pétalas de rosa).
Suculentas mistas 000066   Nome científico: Coquetel de Suculentas
Nome popular: Suculentas mistas
Características: Varias suculentas
criptoméria 000065   Nome científico: Cryptomeria Retorcida
Nome popular: criptoméria
Família: Cupressaceae.
Origem: Japão
Características: A criptoméria é frequentemente usada em silvicultura, sendo extensivamente plantada no Japão, na China e nos Açores. Como árvore ornamental é cultivada em múltiplas áreas temperadas, incluindo o Reino Unido e outras áreas costeiras da Europa, na costa ocidental da América do Norte e em regiões do Nepal e da Índia situadas no leste dos Himalaias.
Dragoeiro 000064   Nome científico: Dracena Drago
Nome popular: Dragoeiro
Família: Ruscaceae
Origem: Canárias, Madeira e Açores
Porte: Pode ultrapassar os 15 m de altura
Características: Árvore que pode ultrapassar os 15 m de altura, de tronco robusto de material fibroso facilmente putrescível, de contorno irregular com até 5 m de diâmetro, com ramificação umbeliforme. Ritidoma de cor acinzentada, marcado por cicatrizes foliares e em geral fortemente fendilhado e com extensas porções secas e soltas. Ramificação dicotómica após o surgimento da inflorescência terminal, produzindo uma copa ampla em forma de umbela de contorno circular.
Nandina 000063   Nome científico: Nandina Domestica Thunb.
Nome popular: Nandina
Família: Família Berberidaceae
Origem: China, Japão
Porte: Arbusto de até 2,0 metros de altura quando em estado natural não controlado por podas.
Características: Local ensolarado até meia sombra e solo fértil, rico em matéria orgânica. Pode ser plantado em canteiros ou em vasos. Para o canteiro, abrir um buraco maior que o torrão. Colocar no fundo um punhado de areia, soltando a terra do fundo para não ficar compactada e facilitar a percolação das águas de rega e de chuvas. Colocar adubo animal de curral bem curtido, cerca de 1 kg/cova e composto orgânico, misturando bem. Colocar o torrão e preencher com composto orgânico. Regar a seguir. Nos próximos dias regar todos os dias em que não houver chuvas.
Mato-branco 000062   Nome científico: Teucrium Fruticans
Nome popular: Mato-branco
Família: Lamiaceae
Origem: Mediterraneo
Porte: É um arbusto que cresce até 4 metros.
Características: Folhagem cinzenta-azulada muito apelativa que sobressai com plantas de cor verde-escura. Utiliza-se para manchas e sebes baixas.
Alecrim Costeiro 000061   Nome científico: Westringia Fruticosa
Nome popular: Alecrim Costeiro
Família: Lamiaceae
Origem: Austrália
Porte: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
Características: Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia sombra, em solo drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano de implantação. Adapta-se a uma grande variação climática, tolerando frio ou calor. Resistente à maresia e salinidade típicas do litoral. Após bem estabelecido torna-se bastante resistente à estiagem. Multiplica-se por estaquia dos ramos lenhosos ou semilenhosos.
Dracena Tricolor Folha Larga 000060   Nome científico: Dracaena Marginata Tricolor
Nome popular: Dracena Tricolor Folha Larga
Família: Ruscaceae
Origem: Madagascar
Porte: 30cm a 90cm
Características: Aconselha-se regas diárias nestas plantas, obviamente sem encharcar o solo, para que não haja a proliferação de doenças fúngicas, como a ferrugem. Podas de formação são dispensáveis, excepto talvez se você estiver cultivando espécies como a Dracena de madagascar e não deseja que ela fique demasiadamente alta. Podas de limpeza podem vir a ser úteis para remover folhas murchas nas menores espécies da planta.
Dracena Baby 000059   Nome científico: Drascena Cordyline baby
Nome popular: Dracena Baby
Família: Laxmanniaceae
Origem: Ásia, Índia, Malásia, Oceania, Polinésia
Porte: 1,2m
Características: A coloração das folhas variam desde tons de verde, por vezes com listras variegadas, até vermelho escuro. Podem ser cultivadas isoladas em vasos e formando maciços, conjuntos e bordaduras no jardim, principalmente junto a muros. Devem ser cultivadas a pleno sol ou meia-sombra, em solo fértil e rico em matéria orgânica. A dracena-vermelha tolera muito bem o frio.
Ardisia 000057   Nome científico: Ardisia Crenata
Nome popular: Ardisia
Família: Myrsinaceae
Origem: Japão
Porte: Até 1,2m
Características: Cultivo em vasos ou em grupos formando bordaduras e maciço, com solo fértil e arenoso. Gosta do clima ameno, pleno sol e adubação com composto orgânico.
Filodendro Rubro 000056   Nome científico: Philodendron Red Imperial
Nome popular: Filodendro Rubro
Família: Araceae
Origem: Brasil
Porte: Mais ou menos 2m
Características: Adapta-se a sol pleno ou meia sombra e vai bem em quase todo Brasil, com exceção das regiões serranas suscetíveis a geadas. Precisa de solo rico em matéria orgânica e bem drenado.
Mini Cheflera 000055   Nome científico: Schefflera Arboricola
Nome popular: Mini Cheflera
Família: Araliaceae
Origem: Taiwan
Porte: De 3 a 5 metros de altura
Características: As Chefleras vão bem em locais com luminosidade moderada, sem muito sol direto. A forma de folhas variegadas (manchadas) deve ser cultivada à meia-sombra para não perder a variegação. Por isso, são boas candidatas a ficar dentro de casa, em vasos. Além disso, ela é muito rústica, não exigindo muitos cuidados de manutenção e plantio.
Agave-Palito 000054   Nome científico: Agave Geminiflora
Nome popular: Agave-Palito
Família: Agavaceae
Origem: México
Porte: Pode chegar atingir 2 metros de altura
Características: Perene, Sol pleno. Principalmente em vasos ou no solo enquanto a planta for jovem, o substrato deve ser mantido sempre ligeiramente úmido, não deixando secar. Por outro lado água em demasia causa podridão nas raízes e folhas.
Dracena Confete 000053   Nome científico: Dracaena godseffiana Hort.
Nome popular: Dracena Confete
Família: Angiospermae ? Família Ruscaceae
Origem: África
Porte: Pode atingir cerca de 1,5 metros de altura
Características: Planta arbustiva semi lenhosa, de forma irregular, folhagem perene e ornamental. Pode atingir cerca de 1,5 metros de altura, de lento crescimento. As folhas são brancas pintalgadas de verdes ou verdes pintalgadas de branco opostas nos ramos de caule fino e flexível. As flores são pequenas, brancas reunidas em inflorescência do tipo racemo, mas não apresentam caráter ornamental. Pode ser cultivada praticamente em todas as regiões do país, embora sofra com temperaturas mais baixas, não tolerando geadas. Colocar a planta, preencher as laterais com a mistura, apertar o solo ao redor para firmar a muda. Regar bem.
Dicondra, Orelha-de-rato 000052   Nome científico: Dichondra Silver Falls
Nome popular: Dicondra, Orelha-de-rato
Família: Convolvulaceae
Origem: América do Sul, Brasil
Porte: 0.1 a 0.3 metros, menos de 15 cm
Características: A dicondra é uma excelente forração, substituindo o gramado com maestria, principalmente em locais semi-sombreados. No entanto não é tão resistente ao pisoteio, ficando com um aspecto um pouco amassado, demorando um pouco para se regenerar. Apresenta uma textura delicada e densa, formado um tapete alto e macio, cobrindo bem o solo. Utilize-a em áreas de baixo tráfego, entre pisantes e entre vãos de pedras e escadarias. Também pode ser plantada em vasos, como folhagem pendente.
Deve cultivada sob meia-sombra ou luz difusa, em solo fértil, destorroado, drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente. Quando bem estabelecida, é mais resistente à seca que os gramados, principalmente à meia-sombra. Não tolera o frio, geadas ou estiagem prolongada. De baixa manutenção, exige duas fertilizações por ano e cortes mensais. Multiplica-se por sementes ou por divisão da ramagem enraizada.
Carnívoras 000051   Nome popular: Carnívoras
Características: Varios tipos de carnívoras.
Suculentas 000050   Nome popular: Suculentas
Características: Suculentas de varios tipos, em vasos de coração, poço, etc... Lindos!
Rua Darci Pereira Pozzi, 900 - Chapéu do Sol - CEP 91787-780 - POA - RS - Fone: 55 51 3250.5076 / 3346.8030
Copyright (c) 2012 - Todos os direitos reservados: Rossatto Garden Center. Criação Amor.